Protesto contra mina de ouro deixa 1 morto

Um choque entre policiais e manifestantes no Peru deixou um morto e quatro feridos ontem, durante protesto ocorrido na estrada que dá acesso à mina de ouro Pierina, no Departamento de Áncash, e foi bloqueada por cerca de 150 pessoas. O grupo reivindica melhor abastecimento de água potável. A mineradora Barrick, responsável pela jazida, paralisou os trabalhos no local. Ao menos 19 pessoas morreram no Peru em protestos contra mineradoras desde julho de 2011, quando o presidente Ollanta Humala assumiu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.