Protesto contra o governo deixa 1 morto e mais de 100 feridos

Milhares de pessoas protestaram ontem contra o governo da Síria na cidade de Dera, no sul do país. Foi o terceiro dia de manifestações. Nos dias anteriores, as forças oficiais mataram cinco manifestantes. No domingo, a polícia abriu fogo contra os opositores, matando uma pessoa e ferindo mais de cem, segundo a agência de notícias France Presse. Dois feridos estariam em condições críticas. Durante os protestos, uma multidão ateou fogo na sede do partido governista Baath. Os manifestantes pedem o fim do estado de emergência, que vigora no país desde 1963, quando o partido chegou ao poder. Eles também pedem a libertação de presos políticos e a demissão dos policiais dos envolvidos nos ataques.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.