Protesto de mineiros deixa 1 morto e 12 feridos na Bolívia

Uma pessoa morreu e pelo menos doze ficaram feridas hoje durante um confronto entre policiais e mineiros que protestavam contra o governo. O líder dos trabalhadores, Moisés Rivera, afirmou para a rádio Erbol que Hernán Montero, de 22 anos, foi morto a tiros na manifestação, realizada a cinco dias do referendo revogatório de mandatos governamentais na Bolívia.Fontes médicas confirmaram a morte do trabalhador e afirmaram que pelo menos 12 pessoas ficaram feridas nos choques com a polícia e foram tratadas no hospital da cidade de Oruro, 190 quilômetros ao sul da La Paz.Os mineiros que participavam do ato trabalham para uma estatal e desde a semana passada realizam protestos pela aprovação de uma reforma na lei de pensões e aposentadorias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.