Protesto foi ''visto'' na internet

Assim como os protestos que tomaram conta de Teerã logo após a eleição de 12 de junho, a marcha de ontem foi registrada por manifestantes munidos de celulares com câmeras. Milhares de fotos, vídeos, além de relatos, sobre a passeata foram divulgados na internet. Muitos deles estampavam sites de jornais como o ?New York Times? e o ?Guardian?. Usuários do microblog ?Twitter? também relatavam o protesto. O trabalho da imprensa internacional ficou prejudicado no país, depois que o governo revogou o visto dos jornalistas estrangeiros, após a votação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.