Protesto na Bolívia fecha fronteira no MS por horas

Dois protestos em diferentes regiões da Bolívia paralisaram o comércio do país com o Brasil e o Chile ontem, informam autoridades locais. No leste boliviano, a população interrompeu uma estrada e uma ferrovia para exigir que a siderúrgica indiana Jindal Steel & Power cumpra a promessa de criar empregos na região. O protesto interrompeu o tráfego comercial entre o município brasileiro de Corumbá (MS) e Puerto Suárez, na Bolívia, e chegou a provocar o fechamento da fronteira durante algumas horas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.