Protesto na Espanha termina com 45 prisões

A polícia espanhola prendeu 45 pessoas, incluindo nove menores de idade, após uma manifestação contra austeridade fiscal ocorrida do lado de fora do Parlamento. Dezenas de pessoas sofreram ferimentos leves.

AE, Agência Estado

24 de fevereiro de 2013 | 11h26

Dezenas de milhares de pessoas marcharam para o Parlamento para protestar contra aumentos de impostos, cortes de gastos, desemprego elevado e corrupção no país. Após o fim do protesto na noite de sábado, um grupo de jovens jogou cadeiras de bares na rua e queimaram latas de lixo. A polícia encontrou ainda quatro bombas incendiárias em uma mochila abandonada em uma rua.

O Ministério do Interior disse que os agentes apreenderam 22 bombinhas, cinco foguetes e um bastão com dois menores de idade perto da principal estação ferroviária de Madri. Segundo o Ministério, 40 pessoas, incluindo 12 oficiais da polícia, sofreram ferimentos leves nos confrontos. Dois policiais foram levados ao hospital. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Espanhaausteridade

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.