Protesto neonazista termina em conflito na Alemanha

A polícia da Alemanha afirmou que ativistas de esquerda entraram em confronto hoje com as forças de segurança e com um grupo de extrema-direita na cidade de Hamburgo, no norte do país. Diversos policiais ficaram feridos durante o conflito, no qual os esquerdistas atearam fogo a barricadas e jogaram garrafas e pedras para tentar conter a manifestação do grupo neonazista no distrito de Wandsbek.

AE, Agência Estado

02 de junho de 2012 | 19h52

A polícia usou canhões de água para conter os manifestantes e quase 700 pessoas foram pressas, segundo relatos da imprensa local. Mais de 1 mil agentes de segurança participaram da operação, que contou também com um helicóptero.

Separadamente, a polícia informou que mais de 10 mil pessoas participaram de uma manifestação pacífica organizada por sindicatos e partidos políticos no centro de Hamburgo, em um protesto contra o movimento neonazista. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.