Protesto no Rio em solidariedade a Bustani

Ativistas que lutam em defesa do meio ambiente fizeram nesta quinta-feira um protesto em frente ao prédio do Consulado dos EUA no Rio, contra o pedido de afastamento do embaixador brasileiro José Maurício Bustani do cargo de diretor-geral da Organização para a Proibição de Armas Químicas (Opaq).Os manifestantes - um deles vestido de diabo, com uma capa vermelha, representando o presidente George W. Bush - usaram cartazes, faixas e um produto que soltava fumaça colorida, simbolizando a luta do embaixador contra a proliferação de armas químicas no mundo.O alvo do protesto era o presidente dos EUA, que quer destituir o brasileiro da direção da Opaq, entidade integrada por 144 países, filiada às Nações Unidas, com sede na Holanda. O embaixador ocupa o cargo de diretor-geral desde 1997."O protesto é um ato de solidariedade ao embaixador Bustani, contra a intromissão dos EUA e a proliferação de armas químicas", disse o deputado estadual Calos Minc (PT), um dos organizadores da manifestação.Ele criticou a atuação "tímida" do Itamaraty na defesa da permanência de Bustani à frente da Opaq.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.