Protesto oposicionista de 24h começa hoje na Venezuela

A oposição venezuelana preparava-se hoje pela manhã para iniciar uma manifestação de 24 horas em Caracas, em protesto contra a sentença do Supremo Tribunal de Justiça que suspendeu o referendo consultivo sobre a permanência do presidente Hugo Chávez no poder, marcado para fevereiro. A decisão da corte ainda está sob apelação.Os promotores descrevem a manifestação de 24 horas como seu maior protesto desde o início da greve geral, em 2 de dezembro. Ao mesmo tempo, aguardam as negociações com o governo, mediadas pela Organização dos Estados Americanos (OEA), com o apoio do grupo Amigos da Venezuela - integrado por Brasil, Portugal, EUA, Chile, Espanha e México.As autoridades destacaram 1.800 homens para garantir a segurança ao longo do percurso de uma marcha de oposicionistas, desde a parte leste da cidade até o centro, para evitar confrontos com chavistas. Na quinta-feira, durante uma manifestação pró-Chávez, a explosão de uma bomba caseira matou 1 pessoa e feriu 12.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.