Protesto pelo clima mostra pessoas paralisadas em Taiwan

Protesto em estação de ocorre em paralelo à 15.ª Conferência do Clima das Nações Unidas (COP-15)

12 de dezembro de 2009 | 08h08

Mais de cem pessoas "congelaram" perto da principal estação de Taipei em protesto contra a emissão de gases que causam o efeito estufa. Muitas das pessoas que estavam na estação ficaram imóveis como estátuas durante cinco minutos, num protesto silencioso, e para chamar a atenção do mundo para a necessidade de proteção ao meio ambiente diante das rápidas mudanças climáticas.

 

Manifestantes ficam como estátuas na estação. Fotos: AP/Chiang Ying-ying

 

Veja também:

linkGrupo da ONU propõe novo acordo

linkUE promete 2,4 bi de euros anuais a países pobres

linkPaíses emergentes têm proposta para acordo climático

especialGlossário sobre o aquecimento global

especialO mundo mais quente: mudanças geográficas devido ao aquecimento

especialEntenda as negociações do novo acordo   

especialRumo à economia de baixo carbono    

 

O protesto deste sábado, 12, ocorre em paralelo à 15.ª Conferência do Clima das Nações Unidas (COP-15), que reúne autoridades de boa parte do mundo em Copenhague, na Dinamarca, com a missão de definir os rumos do controle das emissões de CO2 causadores do efeito estufa para depois de 2012, quando termina a validade do Protocolo de Kyoto.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Copenhague

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.