Protesto por reforma eleitoral reúne 25 mil

Milhares de manifestantes saíram ontem às ruas de Kuala Lumpur, na Malásia, para exigir uma reforma eleitoral no país. Para dispersar o protesto, que reuniu cerca de 25 mil pessoas e pretendia chegar à Praça da Independência, apesar da proibição decretada pelas autoridades, os policiais usaram bombas de gás lacrimogêneo e canhões d'água.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.