Protesto quase acaba com cúpula da Asean

Cerca de 300 opositores ao governo tailandês romperam ontem o cordão de segurança na sede da cúpula da Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean) para pedir a renúncia do primeiro-ministro da Tailândia, Abhisit Vejjajiva. Eles ameaçaram invadir o hotel, mas se retiraram após negociações com as autoridades locais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.