Protesto xiita em funeral no Paquistão

Centenas de paquistaneses atiraram tijolos e pedras contra lojas, queimaram veículos e depredaram postos de gasolina durante o enterro dos muçulmanos mortos num ataque a um ônibus no sul do Paquistão. Para dispersar a multidão, a polícia usou bombas de gás lacrimogêneo. Ninguém ficou ferido e nenhum dos manifestantes foi preso.A violência eclodiu dois dias depois que dois jovens abriram fogo contra um ônibus que levava muçulmanos de minoria xiita, matando seis pessoas e ferindo muitas outras. Nenhum grupo se responsabilizou pelo ataque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.