Protestos acabam com 27 policiais feridos em Belfast

Protestos realizados por católicos deixaram pelo menos 27 policiais feridos na Irlanda do Norte, incluindo três baleados, disseram funcionários. Os confrontos ocorreram ontem horas antes da tradicional marcha de 12 de julho, realizada pelos protestantes. O feriado de hoje é o dia mais importante para os protestantes da Irlanda do Norte, quando é lembrada a vitória do príncipe William de Orange sobre o rei James II, na Batalha de Boyne, em 1690.

AE, Agência Estado

12 de julho de 2010 | 11h17

Durante a noite e a madrugada foram lançados coquetéis molotov contra os policiais em Belfast. "Isso é totalmente errado e eu condeno nos mais duros termos possíveis", disse o chefe superintendente da polícia na Irlanda do Norte, Mark Hamilton. "Os envolvidos estavam tentando causar confusão e destruição."

Apesar da relativa calma na Irlanda do Norte desde o acordo de paz de 1998, há erupções de violência na época do 12 de julho, quando os católicos tentam fazer com que as marchas lembrando o fato não ocorram. No ano passado, 21 policiais ficaram feridos nessa época. Nenhum dos agentes feridos durante a noite está em estado grave. Hamilton pediu que haja uma pressão nas comunidades para que não ocorram mais incidentes. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.