Protestos contra as Farc reúnem milhões

Dezenas de milhares de pessoas saíram ontem às ruas da Colômbia para protestar contra as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc). Elas pediram o fim do conflito armado no país e a libertação dos últimos 11 reféns em poder do grupo. O presidente Juan Manuel Santos juntou-se à marcha, que tomou a Praça Bolívar, a principal de Bogotá, apoiando os pedidos pela libertação dos sequestrados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.