Protestos contra austeridade deixam 39 feridos em Madri

Quinze pessoas foram detidas e 39 ficaram feridas em Madri, depois que dezenas de milhares de pessoas participaram de uma manifestação contra as medidas de austeridade do governo na quinta-feira, informou a polícia.

AE, Agência Estado

20 de julho de 2012 | 14h25

Os policiais usaram balas de borracha para dispersar grupos de manifestantes nas ruas próximas ao Parlamento. Os participantes do protesto colocaram fogo em cestos de lixo e jogaram latas e outros objetos contra a polícia. Uma porta-voz policial disse, em condição de anonimato, que há 15 policiais entre os feridos.

A manifestação de quinta-feira em Madri foi uma das 80 realizadas em cidades em toda a Espanha contra as medidas de austeridade que, segundo o governo, são necessárias para que o país não precise de um resgate financeiros como os recebidos por Grécia, Irlanda e Portugal. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Espanhacriseprotestos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.