Protestos de mineiros em rodovias isolam capital La Paz

A capital boliviana, La Paz, foi isolada nesta segunda-feira do restante do país por protestos de mineiros independentes, que bloquearam rodovias, contestando uma nova lei de mineração. Centenas de mineiros tomaram o controle de uma estrada para o sul e de outra para o norte.

AE, Agência Estado

31 de março de 2014 | 18h29

"Exigimos que seja aprovado sem modificações o projeto no qual temos trabalhado com o governo nos últimos três anos", disse hoje o dirigente sindical Agustín Choque à rádio Erbol. A lei aprovada pelos deputados no fim de semana e enviada ao Senado boliviano proíbe que mineiros independentes se associem com empresas privadas para explorar as jazidas que o Estado lhe entrega. Também prevê que os contratos referentes às entregas sejam aprovados pelo Legislativo. Os mineiros se opõem às mudanças.

O ministro de Mineração da Bolívia, Mario Virreira, explicou hoje que a proposta busca evitar que empresas privadas ou multinacionais façam parcerias com cooperativas de mineiros apenas porque estas têm regime fiscal vantajoso. "Se uma empresa privada quer explorar minerais, ela tem outro tratamento", salientou.

Os mineiros independentes somam mais de 100 mil pessoas, são aliados políticos do presidente da Bolívia, Evo Morales, e pelo caráter social das cooperativas mineiras estão eximidos do pagamento de alguns impostos. Mas esse tratamento preferencial revolta mineradoras privadas. Agricultores do oeste do país também contestam essa situação, reclamando que as cooperativas de mineiros têm vantagens previstas em lei de uso de fontes de água sem restrições. Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.