Protestos em Bangladesh deixam ao menos 15 mortos

DACA - Pelo menos 15 pessoas morreram e centenas ficaram feridas em protestos políticos, informou a polícia nesta segunda-feira, 28, segundo dia de uma greve liderada por apoiadores da oposição que exigem eleições organizadas por entidade apartidária. Os protestos violentos começaram na sexta-feira, 25.

O Estado de S. Paulo,

28 de outubro de 2013 | 17h35

O Secretário-Geral Interino do Partido Nacionalista de Bangladesh (BNP), da oposição, Fakhrul Islam Alamgir, disse que não é possível confiar uma eleição crível se ela for organizada pelo governo. "Neste país, os partidos políticos não confiam uns nos outros", afirmou. "Tivemos a versão anterior do sistema, mas, infelizmente, este governo alterou a Constituição e impôs um governo partidário."

Nese ano, Bangladesh foi atingido por uma onda de protestos violentos em razão de condenações por crimes de guerra. Mais de 100 pessoas morreram nas manifestações. / REUTERS

Tudo o que sabemos sobre:
Bangladeshprotestos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.