Protestos em Hong Kong encontram apoio em Taiwan

Centenas de pessoas se reuniram na capital de Taiwan na noite deste domingo (horário local) para apoiar os protestos por democracia em Hong Kong. O movimento vem sendo observado de perto pelo Estreito de Taiwan, onde a desconfiança da China continental está crescendo.

Estadão Conteúdo

28 de setembro de 2014 | 17h41

Diante de uma grande tela transmitindo ao vivo a manifestação em Hong Kong, pessoas se reuniram na Praça da Liberdade, no centro de Taipei, e gritaram palavras de ordem, como "dê-me uma eleição genuína" e "desobediência civil sem medo". Elas ainda cantaram canções sobre liberdade e direitos humanos, enquanto acenavam com seus telefones celulares no escuro.

Kelly Chen, uma cidadã de Taiwan que trabalhou em Hong Kong por um ano em 2010, disse que decidiu sair e apoiar a ex-colônia britânica quando viu a polícia usar spray de pimenta e gás lacrimogêneo contra estudantes. "Eu não podia acreditar no que estava vendo na televisão porque a Hong Kong que me lembro era um lugar onde as pessoas podiam falar o que pensam", disse.

De acordo com o grupo pró-democracia de Taiwan Black Island Youth Front, dois ativistas tiveram o visto negado para entrar em Hong Kong, no sábado. "Estamos muito decepcionados em ver esse tipo de violência por parte da polícia de Hong Kong. Embora muitos de nós não possam estar lá, queremos que as pessoas de Hong Kong saibam que não estão sozinhas", disse Huang Yan-ju, um dos líderes do grupo. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
Hong Kongprotestos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.