Protestos no Irã não são como levantes, diz chanceler

O ministro de Relações Exteriores do Irã, Ali Akbar Salehi, disse que não há comparação entre os levantes populares que têm ocorrido no mundo árabe e as manifestações no Irã. Salehi disse que o Irã registrou alguns "protestos manipulados, enquanto que os movimentos de massa nos países da região são movimentos populares autênticos".

AE, Agência Estado

28 de fevereiro de 2011 | 17h08

Falando hoje a vários jornalistas em Genebra, ele declarou que "não há absolutamente qualquer comparação entre o que está acontecendo nos países da região e o que aconteceu no Irã, que foram alguns incidentes". Os protestos que varreram o Irã depois da controversa eleição presidencial de 2009 cresceram e se tornaram um movimento maior de oposição do sistema de governo do país. Centenas de milhares de pessoas tomaram as ruas de forma pacífica, mas foram alvo de uma dura repressão militar. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Irãprotestolevanteschanceler

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.