Protestos ocorrem em várias cidades marroquinas

Milhares de marroquinos saíram pelas ruas de suas cidades hoje em manifestações pedindo mudanças políticas e mais democracia no país do Magreb. Houve um choque entre manifestantes e partidários da monarquia em Casablanca. As manifestações foram organizadas pelo movimento 20 de fevereiro, que liderou os protestos no mês passado e tem apoio do movimento islamita mais importante do Marrocos, o Adl Wal Ihsan, o qual está na clandestinidade e não pode participar da política formal do reino.

AE, Agência Estado

20 de março de 2011 | 20h11

A agência de notícias MAP, do governo marroquino, afirma que ocorreram protestos em Casablanca, Fez, Tetuan, Tânger e em outras cidades. O rei Mohammed IV prometeu mudanças na Constituição pela primeira vez em 15 anos, em meio aos protestos que acontecem em vários países árabes por mais democracia. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Marrocosprotestosdemocracia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.