Protestos prosseguem durante a noite em Atenas

Jornada foi de violência e de confronto entre policiais e opositores ao plano de austeridade em debate no país.

BBC Brasil, BBC

28 de junho de 2011 | 21h45

Milhares de manifestantes gregos permaneceram nas ruas de Atenas mesmo após o anoitecer desta terça-feira, dando sequência a uma jornada de protestos e uma greve geral contra as medidas de austeridade propostas pelo governo do país.

O dia foi marcado por duros confrontos entre manifestantes, armados de pedras e bombas caseiras, e policiais, que tentavam proteger a entrada do Parlamento grego com bombas de gás lacrimogêneo.

Os manifestantes se opõem ao plano do governo grego de cortar gastos, aumentar os impostos e privatizar empresas.

Essas medidas são exigidas pela União Europeia e pelo FMI como contrapartida a um pacote de resgate financeiro.

Mas a população acha que os custos sociais do plano são altos demais e duvida que as medidas de austeridade tirarão o país da atual crise econômica.

A greve geral que paralisou a maioria dos serviços gregos deve prosseguir nesta quarta-feira, quando as medidas de austeridade começarão a ser votadas no Parlamento do país.

Uma eventual rejeição das medidas pode fazer com que o FMI e a União Europeia não liberem a última parcela do atual pacote de resgate, deixando a Grécia próxima de uma moratória.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
greciaausteridadeprotestosatenas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.