Província argentina declara moratória por 90 dias

O vice-governador da Província argentina deTucumán, Sisto Ternán, anunciou a assinatura de um decreto quesuspende os pagamentos relativos à dívida da Província por 90dias. Segundo Ternán, a moratória permitirá que a Provínciaeconomize US$ 1,8 milhão durante o mês de janeiro. "Ninguémsabe, realmente, o que vai acontecer com as Províncias. Mas, como default de Tucumán, não há indicações de que a economiainterrompeu o colapso",. comentou o analista Franco Wecelli, daBear Stearns. "Se o governo federal declarou moratória, quemvai segurar as Províncias", questionou um trader do mercado debônus. As informações são da Dow Jones. Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.