Facundo Arrizabalaga|EFE
Facundo Arrizabalaga|EFE

Novo premiê britânico deve ser escolhido até  setembro, diz partido

Cameron renunciará após derrota no referendo que tirou o Reino Unido da União Europeia; Boris Johnson é o favorito dos Tories

O Estado de S. Paulo

27 Junho 2016 | 16h46

LONDRES - O próximo primeiro-ministro britânico deve ser escolhido até 2 de setembro sob um calendário definido nesta segunda-feira pelo comitê conservador responsável pela disputa da liderança, desencadeada pela renúncia de David Cameron.

"Recomendamos que o processo de eleição de um novo líder do Partido Conservador seja iniciado na próxima semana... e concluímos que não seja além da segunda sexta-feira de setembro", disse o chefe do comitê de parlamentares conservadores, Graham Brady.

Cameron comunicou na sexta-feira passada sua intenção de renunciar em outubro após o triunfo do "Brexit", a saída britânica da União Europeia (UE), no referendo de quinta-feira.

O líder conservador disse que o próximo líder já deverá ter sido eleito antes da realização do congresso anual da formação, marcado para o começo de outubro, na cidade inglesa de Birmingham.

O Comitê 1922 do partido, que agrupa deputados "tories" e responsáveis do processo de escolha do líder, informou hoje que os aspirantes poderão apresentar suas candidaturas a partir desta quarta-feira e terão prazo para fazer até o meio-dia de quinta-feira.

Os nomes que soam como possíveis candidatos são o ex-prefeito de Londres Boris Johnson, a cargo da campanha do "Brexit", e a ministra de Interior, Theresa May, que apoiou a permanência, mas é vista como uma figura unificadora dentro do partido. / REUTERS E EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.