Psicóloga anuncia fórmula matemática para a felicidade

A fórmula da felicidade está contida em uma simples equação: P + (5 x E) + (3 x H), que pode medir o nível da própria alegria, segundo a psicóloga britânica Carol Rothwell. "Esta é a primeira equação que permite quantificar com um número o estado emotivo", explicou a especialista ao jornal Daily Mirror. Na fórmula, o "P" indica "características pessoais" como a visão da vida, a flexibilidade e a capacidade de adaptação. O "E" indica as "necessidades essenciais" - como a saúde, o dinheiro e os amigos, enquanto que o "H" indica "necessidades de ordem superior", como o senso de humor, a ambição e a auto-estima. A fórmula, elaborada para uma pesquisa realizada pela empresa turística Thomson com base em uma amostra de 1.000 pessoas, funciona mediante uma valorização pessoal de certas perguntas.Para definir o valor de cada variável é necessário responder a cada uma das perguntas abaixo com um número entre 1 e 10, sendo que ?1? significa ?muito pouco? e ?10?, ?completamente?1) Quanto você se considera sociável, enérgico(a) e aberto(a) ao mundo? 2) Até que ponto você considera ter uma visão positiva da vida, é capaz de se recompor rapidamente das situações difíceis e de sentir que governa sua própria vida e seu destino? 3) Até que ponto você considera que suas necessidades primárias de vida são satisfeitas tendo por base a saúde, a situação financeira, a segurança pessoal, a livre escolha, o sentimento de pertencer à comunidade e de ter acesso à educação e ao conhecimento? 4) Até que ponto você pode contar com o apoio das pessoas que o(a) cercam, entregar-se ao que está fazendo, realizar suas expectativas, comprometer-se em atividades que lhe dão um objetivo e o(a) fazem sentir realmente vivo(a)? O valor de "P" resulta da soma do número de pontos obtidos nas duas primeiras perguntas, enquanto que o valor de "E" é dado pela pontuação das respostas à terceira pergunta e o de "H", aos da quarta. Se se atribui um 10 a todas as perguntas, obtém-se o quociente de felicidade máxima, que é 100. A sondagem revelou uma profunda diferença entre mulheres e homens. As pessoas do sexo feminino identificaram a família como a maior fonte de felicidade, e logo em seguida aparecem na lista lindas férias, um dia de sol e a perda de peso. Ao passo que as do sexo masculino, segundo a pesquisa, estão ligadas a férias, a uma vida sexual satisfatória e às vitórias do time favorito. Se estar em forma e ter boas curvas é um índice de felicidade para 25% do mundo feminino, no mundo masculino controle sobre o peso alegra apenas 8% da população. Ainda segundo o levantamento, o amor é uma fonte de felicidade para 20% dos homens e para 14% das mulheres.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.