Arquivo/AP
Arquivo/AP

Psiquiatra avisou equipe sobre saúde de James Holmes, diz TV

O ex-estudante de 20 anos é acusado de matar 12 pessoas e ferir outras 58 em cinema do Colorado

AE, Agência Estado

02 de agosto de 2012 | 17h29

LOS ANGELES - A psiquiatra que tratava James Holmes, o ex-estudante de 24 anos acusado da chacina no cinema em Aurora, no Colorado, disse nesta quinta-feira, 2, que alertou outras pessoas semanas antes do atentado de que o jovem estava com um comportamento desequilibrado. Segundo uma matéria do canal de televisão KMGH, filiada da emissora ABC News em Denver, a psiquiatra Lynne Fenton, que atendia a Holmes na Universidade do Colorado, onde o jovem estudava, afirmou ter preocupações com o comportamento e a saúde mental dele seis semanas antes da chacina.

Veja também:

som Defesa de James Holmes pode alegar insanidade em julgamento

link Atirador do cinema recebe 142 acusações

No dia 20 de julho, 12 pessoas morreram e outras 58 ficaram feridas após um homem entrar na sala de cinema que exibia "Batman: o cavaleiro das Trevas Ressurge" e atirar contra a plateia. Ao citar fontes não identificadas, a reportagem informou que a psiquiatra avisou membros de uma equipe de avaliação da saúde mental de pacientes na universidade sobre o estado mental de Holmes, nos primeiros dez dias de junho.

Nenhuma previdência foi tomada, aparentemente, porque quando Fenton marcou uma reunião com a equipe, Holmes decidiu se desligar da universidade, disse o canal KMGH. As fontes não disseram o que deixou a psiquiatra em alerta e ativou suas preocupações.

Na segunda-feira, Holmes enfrentou 142 acusações no tribunal. Ele pode ser sentenciado à morte.

Com Dow Jones

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.