JUSTIN TALLIS / AFP
JUSTIN TALLIS / AFP

Pubs reabrem na Inglaterra e causam descontrole

Reabertura depois de mais de três meses provocou aglomerações e as pessoas não respeitaram a exigência de máscaras

Redação, O Estado de S.Paulo

05 de julho de 2020 | 20h43

LONDRES - A reabertura dos pubs na Inglaterra no sábado à noite depois de mais de três meses de confinamento provocou aglomerações, situações perigosas e o risco de um novo surto de infecções do novo coronavírus.

“A multidão começou a chegar depois das 13 horas e rapidamente tudo ficou fora de controle”, disse Rafal Liszewski, gerente de um bar em uma das ruas mais animadas do bairro londrino Soho. “Após as 20 horas, havia uma verdadeira festa na rua, com gente dançando e bebendo, disse a gerente de 36 anos. Ela acrescentou que ninguém usava máscara e era “fisicamente impossível” respeitar o distanciamento social. Vários pubs tiveram de fechar mais cedo por causa do grande fluxo de pessoas. Os hospitais receberam várias pessoas bêbadas.

No “super sábado”, pubs, museus, cinemas, hotéis e cabeleireiros voltaram a reabrir na Inglaterra, uma medida considera muito prematura pelas demais províncias britânicas, que adotaram os próprios calendários de desconfinamento. 

O premiê britânico, Boris Johnson, havia lembrado que era absolutamente vital que todo mundo respeitasse as regras de distanciamento social. O Reino Unido é o país da Europa mais afetado pela pandemia, com mais de 44 mil mortos. / AFP 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.