AFP PHOTO / PAU BARRENA
AFP PHOTO / PAU BARRENA

Puigdemont pedirá ao Tribunal da Espanha permissão para comparecer ao Parlamento

No sábado, a corte publicou uma medida cautelar para impedir que a sessão não seja presencial, dificultando as pretensões do ex-líder catalão

O Estado de S.Paulo

28 Janeiro 2018 | 21h25

BARCELONA - O governador deposto da Catalunha, Carles Puigdemont, pedirá ao Supremo Tribunal da Espanha autorização para participar da sessão que elegerá o novo líder do Parlamento catalão na terça-feira.

+ Tribunal espanhol suspende posse de Puigdemont como governador da Catalunha

As intenções de Puigdemont, que quer ser candidato à reeleição, foram reveladas por um de seus principais colaboradores, Josep Rull, que informou que o pedido seria feito ainda neste domingo, 28.

+ Espanha recorrerá contra candidatura de Puigdemont ao governo da Catalunha

O ex-governador fugiu para Bélgica antes de sua prisão ser decretada na Espanha pelo crime de rebelião por organizar um processo separatista considerado ilegal pela Justiça do país.

No sábado, o Tribunal Constitucional da Espanha publicou uma medida cautelar para impedir que a sessão do Parlamento não seja presencial, dificultando as pretensões do ex-líder catalão. Para Rull, a decisão é "imprópria".

A posse de Puigdemont pode não ocorrer mesmo que ele compareça ao Parlamento da Catalunha, já que ainda há contra ele uma ordem de busca e prisão no país. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.