Putin acusa Kerry de mentir sobre Al-Qaeda na Síria

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, chamou de mentiroso o secretário de Estado dos EUA, John Kerry, por negar que militantes da rede extremista Al-Qaeda estejam lutando ao lado dos grupos armados que tentam derrubar o governo de Bashar Assad na Síria.

AE, Agência Estado

04 de setembro de 2013 | 17h16

Perante do Conselho de Direitos Humanos da Rússia, Putin relatou que se lembrava de ter assistido a um debate no Congresso dos Estados Unidos no qual Kerry foi questionado sobre a Al-Qaeda e negou que ela operasse na Síria, apesar de estar ciente dos vínculos da rede com o grupo extremista Jabhat al-Nusra.

"É muito desagradável e surpreendente para mim. Falamos com eles (os norte-americanos) e presumimos que são pessoas decentes, mas ele (Kerry) mente ciente de que está mentindo. Isso é triste", declarou o presidente russo. Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.