Putin afirma que sanções dos EUA criam impasse

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, lamentou a última rodada de sanções dos EUA e declarou que elas estão criando um impasse nas relações bilaterais.

AE, Agência Estado

17 de julho de 2014 | 03h29

Em comentários televisionados, Putin disse nesta quinta-feira que as sanções estão prejudicando as relações entre os dois governos, bem como os interesses das empresas norte-americanas. Ele acrescentou que Moscou continua com a porta aberta para a diplomacia.

A maior petroleira russa, a Rosneft, possui um acordo multibilionário com a norte-americana ExxonMobil.

Ontem, o presidente Barack Obama anunciou amplas sanções contra a Rússia, tendo como alvo as duas maiores empresas do setor energético, poderosas instituições financeiras, oito empresas de armamentos e quatro pessoas físicas. Essa pressão econômica tem como objetivo desestimular a insurgência pró-Rússia no leste ucraniano. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Rússiaeuasanções

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.