Sputnik/Alexey Nikolsky/Kremlin via Reuters
Sputnik/Alexey Nikolsky/Kremlin via Reuters

Putin cria cargo para Medvedev no Conselho de Segurança da Rússia

O Conselho de Segurança da Rússia é presidido pelo próprio Putin; Medvedev deixou o cargo de premiê em janeiro

Redação, O Estado de S.Paulo

06 de fevereiro de 2020 | 18h04

MOSCOU - O presidente da Rússia, Vladimir Putin, assinou nesta quinta-feira, 6, a lei que formaliza o cargo de vice-presidente do Conselho de Segurança russo, criado especialmente para o ex-primeiro-ministro e ex-presidente Dimitri Medvedev, que deixou o cargo de premiê em janeiro.

O posto de vice-presidente do Conselho de Segurança, que não existia, foi oferecido por Putin a Medvedev no dia seguinte ao discurso à nação, no qual o presidente propôs "mudanças fundamentais na Constituição", o que motivou a renúncia do gabinete de ministros.

O Conselho de Segurança da Rússia é presidido pelo próprio Putin. Segundo a lei assinada hoje, o vice do órgão precisa ser cidadão russo e não ter cidadania estrangeira nem permissão de residência em outro país.

A pessoa que ocupar o cargo - no caso, Medvedev - será designada ou destituída diretamente pelo presidente, que também decidirá quais serão as responsabilidades da função.

No final de janeiro, Putin assinou um decreto estabelecendo o salário de Medvedev no posto, que superará 618 mil rublos por mês (cerca de R$ 41 mil).

Medvedev tem sido uma pessoa-chave para o atual presidente russo. De 2008 a 2012, ele exerceu como chefe de Estado, depois de Putin ter cumprido dois mandatos presidenciais consecutivos, fato que foi altamente criticado na época pelos opositores e governos ocidentais. O cargo de premiê foi ocupado por Medvedev de 2012 a janeiro de 2020. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.