Putin critica a ideia de que os EUA são diferentes

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, afirmou em um artigo publicado no website do The New York Times que a ideia de que os EUA são diferentes do resto do mundo é algo "perigoso".

AE, Agência Estado

12 Setembro 2013 | 03h49

"É extremamente perigoso incentivar as pessoas a se verem como excepcionais, seja qual for a motivação", escreveu Putin.

"Há países grandes e países pequenos, ricos e pobres, aqueles com longa tradição democrática e aqueles que ainda estão encontrando o caminho para a democracia. Suas políticas são diferentes também", escreveu o presidente. "Somos todos diferentes, mas quando pedimos as bênçãos do Senhor, não devemos esquecer que Deus nos criou iguais".

Os comentários de Putin fazem parte de um pedido aos norte-americanos para que tomem cuidado ao lidar com a Síria, um aliado russo. Ele citou o discurso do presidente Barack Obama na noite de terça-feira, em que o líder dos EUA afirmou que os ideais e princípios norte-americanos "estão em jogo na Síria". O governo do EUA culpa o regime do presidente sírio, Bashar Assad, por um ataque com armas químicas perto de Damasco.

"Isso é o que torna a América diferente", disse Obama. "Isso é o que nos torna excepcionais. Com humildade, mas com determinação, que nunca deixemos de ter em vista esta verdade essencial". Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
rússiaeuaexcepcional

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.