Putin defende sistema nacional de pagamentos

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, defendeu hoje a criação de um sistema nacional de pagamentos, após dois sistemas internacionais cortarem laços com os bancos russos devido às sanções impostas a Moscou na esteira da recente anexação da região ucraniana da Crimeia.

AE, Agência Estado

27 de março de 2014 | 11h05

"Por que não? Isso é algo que definitivamente precisa ser feito e nós o faremos", disse Putin, citando o fato de Japão e China terem sistemas próprios de pagamentos.

Em discurso na câmara alta do Parlamento, Putin comentou que o sistema japonês, a princípio apenas nacional, opera hoje em 200 países.

Na sexta-feira, Visa e Mastercard interromperam operações internacionais de pagamentos com o Rossiya, que foi citado nas sanções dos EUA, e com outros três bancos diretamente ligados à instituição. Fonte: Dow Jones Newswires.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.