Putin demite chefe de gabinete

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, assinou a ordem de demissão de seu chefe de gabinete, informa a agência de notícias Interfax. A saída de Alexander Voloshin aprofunda a cirise gerada pela prisão do maior magnata russo, Mikhail Khodorkovsky, numa operação de forças especiais conduzida na Sibéria.Boatos de que Voloshin havia pedido para deixar o governo após a prisão de Khodorkovsky abalaram o mercado e a política da Rússia durante dias. Hoje, promotores congelaram boa parte das ações da gigante petrolífera Yukos, da qual Khodorkovsky é presidente.Voloshin era um defensor dos grandes empresários dentro do governo, e sua saída é vista como um sinal de fortalecimento da ala do Kremlin dominada por ex-agentes dos serviços de segurança soviéticos - o próprio presidente Putin é um ex-agente da KGB.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.