Putin demite principal militar russo na Chechênia

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, demitiu seu principal militar na Chechênia, coronel-general Gennady Troshev, comandante do distrito do Cáucaso Norte, e o substitui pelo coronel-general Vladimir Boldyrev, ex-comandante do distrito da Sibéria, informou o Kremlin. Ao mesmo tempo, um alto funcionário do governo russo, que pediu anonimato, afirmou que Moscou deverá iniciar em breve conversações com separatistas chechenos que entregaram suas armas. Ontem, Troshev adiantou que lhe fora oferecido o posto na Sibéria, mas que ele não tinha interesse em deixar a Chechênia. "Não há nenhuma reclamação contra o meu comando (...)", disse ele. Hoje, o general foi duramente criticado no Kremlin e no Ministério da Defesa, por ter tratado da questão em público.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.