Putin diz que ajuda à Ucrânia não tem ligação com a UE

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse hoje que a ajuda de US$ 15 bilhões oferecida à Ucrânia foi motivada pela vontade de auxiliar um parceiro num "momento de desespero" e não tem ligação com as conversas que Kiev teve com a União Europeia.

Agência Estado

19 de dezembro de 2013 | 11h33

Putin, que falou durante coletiva de imprensa, afirmou que Moscou decidiu comprar US$ 15 bilhões em títulos ucranianos e reduzir o preço do gás natural vendido ao vizinho para ajudar um país "irmão".

A ajuda do Kremlin veio num momento em que o presidente da Ucrânia, Viktor Yanukovych, enfrenta grandes manifestações de rua contra sua decisão de abandonar um pacto com a UE e buscar estreitar laços com a Rússia. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
RússiaUcrâniaPutin

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.