Putin e Netanyahu discutirão conflito sírio na 3ª feira

O Kremlin informou que as conversas do presidente Vladimir Putin com o primeiro-ministro de Israel Benjamin Netanyahu vão se concentrar na situação na Síria.

Agência Estado

13 de maio de 2013 | 09h09

A visita de Netanyahu à Rússia na terça-feira ocorre após Israel ter expressado preocupações sobre o que suas autoridades consideram a iminente venda de mísseis antiaéreos russos S-300 para a Síria. Israel pediu à Rússia que pare de fornecer armamentos para seu aliado, o presidente sírio Bashar Assad.

A Rússia continua a fornecer armas para o regime de Assad, apesar da guerra civil que acontece no país, rejeitando as exigências do Ocidente para que interrompa tal venda. Segundo o governo russo, o fornecimento não viola a lei internacional.

Mas Moscou vinha se negando a vender para Damasco os avançados S-300, uma arma poderosa que tem alcance de até 200 quilômetros. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
RússiaIsraelSíria

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.