Putin espera acordo final para Ucrânia na 6ª feira

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse que concordou com seu homólogo da Ucrânia, Petro Poroshenko, sobre um plano de ação para solucionar o conflito no leste ucraniano, segundo a agência de notícias russa Itar-Tass. Putin, porém, afirmou esperar que os acordos finais sejam fechados apenas na sexta-feira (05), durante negociações em Minsk, capital da Bielorrússia, de acordo com outra agência russa, a Interfax.

SERGIO CALDAS, Estadão Conteúdo

03 de setembro de 2014 | 10h01

Mais cedo, o governo da Ucrânia publicou em sua página na internet que Poroshenko havia fechado com Putin um acordo de cessar-fogo permanente para a região ucraniana de Donbas, onde confrontos entre separatistas pró-Moscou e forças ucranianas tiveram início cinco meses atrás.

Em resposta, o Kremlin informou que Putin e Poroshenko haviam discutido medidas para o estabelecimento da paz, mas que Moscou não poderia ter fechado um acordo do gênero porque a Rússia "não faz parte do conflito". O Kremlin nega que tenha enviado soldados e armamentos para auxiliar os separatistas no leste da Ucrânia, como acusam Kiev e governos do Ocidente.

Putin também pediu hoje que insurgentes pró-Moscou parem de avançar no leste ucraniano e que o Exército da Ucrânia retire suas forças da região. Com informações da Dow Jones Newswires e Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
RússiaUcrâniaPutin

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.