Putin inicia reforma política na Rússia

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, pôs em andamento sua proposta de reforma política, enviando ao Legislativo um projeto de lei que muda o sistema eleitoral, abolindo a eleição direta dos governadores regionais, que passariam a ser nomeados pelo presidente e ratificados pelas assembléias locais - medida que, segundo críticos, fortalecerão a centralização do poder na Rússia.O Partido Rússia Unida, ligado ao governo, tem mais de 300 das 450 vagas na câmara baixa do Parlamento, a Duma, e deverá aprovar a proposta rapidamente.Putin apresenta seu projeto como uma reação necessária à recente onda de ataques terroristas na Rússia, dizendo que um governo forte é necessário para evitar novas ameaças. Mas a oposição diz que o fim das eleições para governador e do voto distrital para o Parlamento poderão representar um golpe de morte contra a democracia russa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.