Putin nega envolvimento russo na crise do Quirguistão

O primeiro-ministro da Rússia, Vladimir Putin, negou que Moscou tenha qualquer envolvimento na tormenta política que teria levado à queda do governo do Quirguistão. "Nem a Rússia nem este humilde súdito nem nenhum funcionário russo teve qualquer tipo de relação com esses eventos", afirmou o homem forte de Moscou à agência de notícias RIA Novosti.

AE, Agência Estado

08 de abril de 2010 | 07h35

Putin se disse "completamente surpreso" com a crise quirguiz. O primeiro-ministro russo, porém, criticou o presidente do Quirguistão, Kurmanbek Bakiyev, que teria alcançado o poder condenando a corrupção de seu antecessor, Askar Akayev, mas "incorrido nos mesmos erros". As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
RússiaQuirguistãoPutin

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.