Putin nega pretensão de anexar ex-repúblicas soviéticas

O primeiro-ministro da Rússia, Vladimir Putin, defendeu hoje a invasão da Geórgia por tropas russas no início do mês passado e assegurou que Moscou não tem a pretensão de anexar nenhuma ex-república soviética. Num encontro com especialistas em política externa na estância turística de Sochi, Putin disse que a Rússia viu-se obrigada a invadir a Geórgia depois de forças georgianas terem desencadeado uma ofensiva militar contra a Ossétia do Sul.Não reagir, segundo ele, seria o mesmo que "baixar a cabeça depois de levar um soco no nariz". Grande parte da população da Ossétia do Sul, uma província separatista da Geórgia, é de nacionalidade russa. Ainda de acordo com Putin, a Rússia "não tem aspirações nem motivos para violar a soberania das ex-repúblicas soviéticas".Por sua vez, o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Serguei Lavrov, assegurou que a Ossétia do Sul não quer ser incorporada por Moscou, apesar de alguns líderes da região separatista georgiana terem cogitado recentemente essa possibilidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.