Putin ordena exercícios militares surpresa no Mar Negro

O presidente russo Vladimir Putin ordenou nesta quinta-feira a realização de exercícios militares não programados que envolvem milhares de soldados e dezenas de navios na região do Mar Negro, com o objetivo de testar sua prontidão para o combate, informou o Kremlin.

Agência Estado

28 de março de 2013 | 10h01

A ordem foi apresentada ao ministro da Defesa Sergei Shoigu num envelope lacrado às 21h (de quarta-feira em Brasília), informou seu porta-voz, Dmitry Peskov, a agências russas de notícia, acrescentando que os exercícios vão envolver 36 navios e 7 mil soldados.

Peskov indicou que a ordem surpresa de Putin tem como objetivo testar a prontidão para o combate das Forças Armadas russas e disse que Moscou não está obrigado a avisar seus parceiros sobre seus planos.

"Hoje, às 4h, o presidente da Federação Russa e comandante militar supremo (Putin) deu a ordem para o ministro da Defesa iniciar grandes exercícios militares na região do Mar Negro", disse Peskov. "Estamos falando de grandes exercícios, concebidos como uma verificação (de nossa prontidão)."

Peskov disse que Putin já havia alertado que as Forças Armadas seriam sujeitas a verificações súbitas de sua prontidão para o combate. "Se lembrarmos do que o presidente disse no conselho do ministério da Defesa, pouco tempo atrás, então vamos nos lembrar de suas palavras de que as práticas de verificações repentinas vão continuar", acrescentou Peskov.

Putin enviou a ordem enquanto voltava para seu país, após uma encontro com líderes dos países dos Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) em Durban, África do Sul.

Peskov disse que 36 navios da frota russa no Mar Negro, baseada na cidade ucraniana de Sebastopol e no porto russo de Novorossiisk estarão envolvidos nos exercícios.

Aviões, paraquedistas e forças especiais também participarão dos jogos de guerra, informou Peskov. "Segundo a prática internacional, exercícios envolvendo até 7 mil homens não exige que informemos nossos parceiros com antecedência", afirmou ele.

Dentre os países importantes do Mar Negro estão Turquia e Ucrânia, além da Georgia, inimigo russo com quem Moscou travou uma guerra breve em 2008. Segundo Peskov, os exercícios vão ocorrer em três faixas de testes em território russo. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.