Putin ordena investigação sobre mortes em enchentes

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, ordenou neste domingo investigações para determinar se era possível ter feito mais para evitar as mortes de pelo menos 150 pessoas nas enchentes na região do Mar Negro. Putin, criticado nos últimos anos por respostas lentas ou indiferença em relação a desastres, viajou até a área comprometido a mostrar que está cuidando da situação.

AE, Agência Estado

08 de julho de 2012 | 15h33

Putin determinou que o chefe da agência de investigação da Rússia descubra se foi feito o suficiente para alertar as pessoas sobre as enchentes. Promotores federais também disseram que estão analisando se a população foi protegida adequadamente das "catástrofes naturais e tecnológicas".

A Rússia tem assistido a uma série de desastres naturais e provocados pelo homem nos últimos anos, em que a infraestrutura antiga e a falta de leis de segurança têm sido apontadas como culpadas. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
enchentesRússiamortesPutin

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.