Putin pede evidência 'convincente' sobre ataque na Síria

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, pediu nesta quarta-feira que o Ocidente apresente evidências convincentes ao Conselho de Segurança da ONU sobre o suposto ataque com armas químicas na Síria. Segundo Putin, Moscou deve reagir de forma decisiva se for provado quem estava por trás do crime.

AE, Agência Estado

04 Setembro 2013 | 03h45

"Se há evidência de que armas químicas foram usadas, e [que isso foi feito] pelo Exército regular... então essa evidência deve ser apresentada ao Conselho de Segurança da ONU. E deve ser convincente", disse Putin em uma entrevista transmitida no Channel One antes da cúpula do G-20 nesta semana.

Se houver uma prova clara de quais armas foram utilizadas e de quem as usou, a Rússia "estará pronta para agir da forma mais decisiva e séria", disse Putin. Ele confirmou que a Rússia entregou alguns componentes dos sistemas de mísseis S-300 para a Síria, mas agora as entregas já foram "suspensas". Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
RÚSSIASÍRIA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.