Putin pede evidência 'convincente' sobre ataque na Síria

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, pediu nesta quarta-feira que o Ocidente apresente evidências convincentes ao Conselho de Segurança da ONU sobre o suposto ataque com armas químicas na Síria. Segundo Putin, Moscou deve reagir de forma decisiva se for provado quem estava por trás do crime.

AE, Agência Estado

04 de setembro de 2013 | 03h45

"Se há evidência de que armas químicas foram usadas, e [que isso foi feito] pelo Exército regular... então essa evidência deve ser apresentada ao Conselho de Segurança da ONU. E deve ser convincente", disse Putin em uma entrevista transmitida no Channel One antes da cúpula do G-20 nesta semana.

Se houver uma prova clara de quais armas foram utilizadas e de quem as usou, a Rússia "estará pronta para agir da forma mais decisiva e séria", disse Putin. Ele confirmou que a Rússia entregou alguns componentes dos sistemas de mísseis S-300 para a Síria, mas agora as entregas já foram "suspensas". Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
RÚSSIASÍRIA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.