Putin pede extradição de sequestradores de avião

O presidente russo, Vladimir Putin, agradeceu hoje o rei Fahd, da Arábia Saudita, pela intervenção do comando saudita, que permitiu a libertação dos reféns do avião Tupolev desviado para Medina por um comando de rebeldes chechenos. Putin também pediu a extradição dos três seqüestradores detidos - que estão sendo interrogados pelas autoridades de Riad. Ao mesmo tempo, chegavam a Moscou 121 dos 174 ocupantes do avião russo seqüestrado. Na ação de resgate morreram uma aeromoça, um seqüestrador e um passageiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.