Putin promete reforçar presença militar no Ártico

A expansão da presença militar russa na região do Ártico está entre as prioridades das forças armadas da nação, afirmou nesta terça-feira o presidente da Rússia, Vladimir Putin.

AE, Agência Estado

10 de dezembro de 2013 | 16h49

Em encontro com militares de alta patente, Putin disse que a Rússia está "intensificando o desenvolvimento dessa região promissora" e precisa de "todo nível de proteção e segurança para os interesses nacionais no local".

Putin enfatizou a importância da base soviética nas Ilhas da Nova Sibéria, onde os militares iniciaram supervisão este ano. Oficiais russos já descreveram o local como importante rota de proteção para navios que ligam a Europa com a região do Pacífico em todo o Oceano Ártico;

Putin também afirmou que a Rússia vai restaurar uma série de bases aéreas militares no Ártico negligenciadas após o colapso da União Soviética em 1991.

Rússia, Estados Unidos, Canadá, Dinamarca e Noruega tentam garantir jurisdição sobre partes do Ártico, onde se acredita estar mais de um quarto das reservas de petróleo e gás ainda não descobertas. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
RússiaÁrtico

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.