Putin reitera apoio, mas não participa de ação

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, reafirmou, nesta quarta-feira, seu apoio à campanha militar dos Estados Unidos contra o saudita Osama bin Laden e sua rede terrorista Al-Queda, no Afeganistão. "Apoiamos integralmente os Estados Unidos em sua luta antiterrorista e estamos dispostos a colaborar nas áreas de intercâmbio de informação e ajuda humanitária", disse Putin, numa recepção a embaixadores estrangeiros no Kremlin. Segundo o presidente russo, os atentados terroristas de 11 de setembro em Nova York e Washington "reforçaram a confiança e o entendimento entre os dois países". Putin reiterou, no entanto, que a Rússia não participará das ações militares com seus soldados. Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.