Putin sanciona lei do lixo nuclear

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, converteu em lei um plano polêmico, que permitirá que a Rússia receba estoques internacionais de combustível nuclear usado, mas tratou de apaziguar seus opositores, propondo que um conselho de 20 membros aprove a entrada do material. O plano foi duramente criticado pelos liberais e ambientalistas. Segundo eles, a lei transformará a Rússia em um grande depósito de lixo nuclear. A lei foi aprovada no parlamento no mês passado, apesar de pesquisas segundo as quais a maior parte dos russos é contrária à idéia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.