Putin se diz disposto a negociar dívida do Iraque

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse que seu país está disposto a iniciar negociações para o perdão da dívida de US$ 8 bilhões do Iraque. O governo russo é o maior credor da nação árabe.Depois de se reunir com o enviado especial do presidente Bush para a questão da dívida iraquiana, James Baker, Putin se disse disposto a tratar da questão no âmbito do Clube de Paris, grupo de países credores que coordena o pagamento de dívidas.Baker vem conseguindo convencer nações européias de que o Iraque merece um alívio em dua dívida. França e Alemanha, opositores da guerra e críticos da ocupação, já concordaram em discutir uma redução da dívida. Grã-Bretanha e Itália, que apoiaram a guerra, também aceitam rediscutir o débito.Em sua declaração, Putin afirmou que a negociação ?levará em conta os interesses econômicos da Rússia e das empresas russas no Iraque?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.