Mikhail Klimentyev/AFP
Mikhail Klimentyev/AFP

Putin se reunirá com Obama, Rouhani e Raúl durante Assembleia-Geral da ONU

Reunião com presidente americano deve focar na crise da Síria, após caças franceses bombardearem o território sírio

O Estado de S. Paulo

28 Setembro 2015 | 09h30

NOVA YORK - O presidente da Rússia, Vladimir Putin, vai se encontrar com o presidente iraniano, Hassan Rouhani e o líder de Cuba, Raúl Castro nesta segunda-feira, durante a Assembleia-Geral da ONU, em Nova York, informou o Kremlin.

Putin, que chega hoje à cidade, também se encontrará com o presidente dos EUA, Barack Obama. Os dois deverão conversar sobre a crise na Síria, após o anúncio dos bombardeios de caças franceses no território sírio. Autoridades americanas dizem que Obama destacará no encontro a importância das eleições na Ucrânia ocorrerem sem interferências. Votação será em outubro.

O líder russo ainda se reunirá com o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, e com o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon.

O discurso de Putin na Assembleia-Geral, o primeiro em dez anos, focará na luta contra o Estado Islâmico (EI), os conflitos da Síria e da Ucrânia, e as sanções econômicas sofridas pela Rússia por seu papel na crise ucraniana.

Especialistas acreditam que o presidente russo se dirigirá à comunidade internacional com a proposta de formar uma ampla coalizão, que inclua o Irã e o regime do presidente sírio Bashar Assad, para lutar contra os jihadistas do EI.

Em entrevista ao canal americano CBS às vésperas de sua viagem a Nova York, Putin reconheceu que a presença militar russa na Síria tem como objetivo sustentar o regime de Assad, considerado peça-chave para frear a expansão dos jihadistas. /REUTERS, EFE e ASSOCIATED PRESS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.